Auditoria de fornecedor: confira a importância de realizar!

By in ,
839
Auditoria de fornecedor: confira a importância de realizar!

Com a expansão do comércio online e o número de opções enorme ao toque dos dedos, o consumidor está cada vez mais rigoroso com produtos e serviços. Nesse contexto, poucos gestores se lembram de monitorar os insumos que compram e os prestadores de serviços que contratam. No entanto, os parceiros comerciais são peças-chave na apresentação dos resultados. Desse modo, é justamente para garantir a qualidade desses contratos que serve a auditoria de fornecedor.

Em algumas áreas, como a Saúde e a Educação, a supervisão do abastecimento e da prestação de serviços é ainda mais urgente. Afinal de contas, se os clientes têm se mostrado cada vez mais sistemáticos com operadoras de celulares ou lojas de varejo, a tendência é um rigor ainda maior com a formação de seus filhos e o bem-estar de seus entes queridos.

Por tudo isso, a relação entre contratados e contratantes precisa ter via dupla em confiança e credibilidade. Nesse cenário, a auditoria de fornecedor traz mais segurança para o negócio: a garantia de que os termos estão sendo cumpridos. Com isso, obtém-se eficiência, menos desperdícios e os perigos que rondam o segmento são amortizados. Além desses atributos, a audiência de fornecedor serve para empresas de todos os ramos e portes, das mais tradicionais até as mais recentes startups. Quer saber mais sobre essa técnica? Então venha com a gente!

O que é uma auditoria interna?

A auditoria interna é um instrumento para analisar as ações da empresa em seu cotidiano e corrigir possíveis erros e falhas. Desse modo, ela dá mais condições de controle para a gestão. No entanto, o que acontece dentro de um negócio é influenciado por diversos fatores de fora, entre os quais clientes, provedores, concorrentes etc. Por esse motivo, uma auditoria de fornecedor pode complementar uma auditoria interna.

Assim, é possível ter um arranjo mais otimizado de processos e recursos. Além disso, existem outros tipos de avaliações sobre o desempenho corporativo, como a auditoria de gestão da qualidade e auditorias em condomínios. As vantagens são inúmeras. Observe algumas:

  • Mensurar a eficácia dos controles;
  • Conseguir dados exatos e em tempo real sobre as operações;
  • Rastrear erros e ameaças;
  • Apresentar melhorias e apoiar a implementação delas;
  • Espalhar a cultura de respeito à ética e de busca constante do aperfeiçoamento;
  • Impedir equívocos e atitudes fraudulentas;
  • Evitar pagamentos e registros de contabilidade distorcidos.

O que é uma auditoria de fornecedor?

Uma auditoria de fornecedor vai apurar se as questões que envolvem um ou mais contratos são realizadas de acordo com os documentos apresentados na prática. Nesse sentido, a empresa que contrata fica sabendo se os fornecedores conseguem cumprir os padrões impostos por lei, pela pressão social e até mesmo pelos valores da empresa.

Desse modo, o atendimento às exigências pode estar relacionado a diversos itens: soluções ambientais, responsabilidade social, segurança, entre outros. Em palavras mais simples, essas análises vão verificar a eficiência dos serviços e produtos.

Quando essas análises devem ser realizadas?

O ideal é que haja uma periodicidade fixa para elaborar a auditoria de fornecedor. Afinal, um parceiro pode estar com tudo em dia hoje, mas deixar de executar suas obrigações daqui a 3 ou 6 meses. Ou seja, é fundamental que haja um ritmo constante para essas intervenções.

Além disso, toda vez que um novo contrato é assinado, a auditoria de fornecedor deve acontecer.

Por que a auditoria de fornecedor precisa ocorrer?

Além dos benefícios já mencionados, a auditoria de fornecedor é uma obrigação legal por parte das empresas submetidas à fiscalização da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Mais um bom motivo para providenciar essas análises é que elas são pré-requisitos para obtenção de certificações de Gestão da Qualidade.

Portanto, a auditoria de fornecedor permite à empresa dominar todas as informações que envolvem seus parceiros comerciais. Desse modo, o negócio ganha tranquilidade em relação à legislação vigente, bem como à qualidade daquilo que se compra ou contrata.

Assim, a marca fica protegida, e as boas práticas corporativas ficam bem menos expostas a riscos. Quer saber mais? Então leia também nosso artigo que conta por que a PGBR é referência em consultoria e auditoria!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert
54321
(0 votes. Average 0 of 5)
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *