Qual é o melhor momento para se fazer uma Auditoria Interna ou Externa?

By in ,
37
Qual é o melhor momento para se fazer uma Auditoria Interna ou Externa?

Anteriormente, escrevemos sobre a diferença entre a Auditoria Interna e Externa. É importante ter isso em mente para entender o melhor momento de realizá-las.

Os fundamentos da Auditoria Interna e Externa

A Auditoria Interna é uma auditoria contratada pela administração da empresa, onde o produto do trabalho será um relatório voltado para a própria administração, contendo o resultado e constatações encontrados em testes realizados principalmente no Sistema de controle interno da empresa, visando apontar GAPs e riscos e as recomendações para as melhorias dos controles.

Já a Auditoria Externa são procedimentos e testes realizados nas informações financeiras e contábeis, e testes de controle interno, a fim de detectar inconsistências que possam impactar as demonstrações financeiras da entidade. Tais demonstrações financeiras são analisadas tanto pela administração quanto por agentes externos, tais como investidores, instituições financeiras e órgãos governamentais e regulatórios.

A Auditoria Externa pode ser obrigatória para algumas entidades tais como, companhias de capital aberto, entidades reguladas pela ANS – Agência Nacional de Saúde, entidades do terceiro setor ou aquelas consideradas de interesse público ou de grande porte. Outras, não tem obrigatoriedade legal ou regulatória, mas possui obrigatoriedade por estatuto ou acordo de sócios.

A Auditoria Interna é mais considerada como uma ferramenta de gestão e só possui obrigatoriedade legal para companhias de capital aberto, mas é muito utilizada por empresas de grande porte, as que possuem uma estrutura de governança corporativa forte e aquelas que querem trabalhar com as Melhores Práticas.

Isto posto, para a Auditoria Externa, o melhor momento para realizá-la é através de um cronograma anual que vise a emissão do relatório dos auditores em data-base específicas como, trimestrais (março, junho, setembro e dezembro) e anual (dezembro) sendo estas realizadas sempre após o fechamento do período. Uma Auditoria de data-base dezembro, conta com visitas intermediárias ao longo do ano e a visita final em janeiro ou fevereiro do ano subsequente.

Para a Auditoria Interna, não há data-base fechada, mas, também é realizado um plano anual, com visitas de diagnóstico, definição dos principais riscos e testes de controle interno que visem mitigar estes principais riscos. O cronograma de visitas será realizado em conjunto entre os auditores, a administração e as áreas envolvidas considerando datas mais oportunas.

A PGBR e a Auditoria Interna e Externa

Para que a empresa contratante se beneficie de todos os reais valores agregados a que a Auditoria possui é importante que, qualquer uma delas, tanto Auditoria Interna quanto a Auditoria Externa sejam realizadas anualmente.

A PGBR, há 59 anos, realiza trabalhos de Auditoria Interna, através da Terceirização do Departamento para as empresas e alocação de Auditores Internos e têm excelência comprovada na atuação com Auditoria Externa, contanto com corpo de sócios experientes e equipe de Auditores que estão constantemente se atualizando sobre as Normas de Auditoria, as Melhores Práticas do Mercado e as novas Tecnologias.

A PGBR é uma empresa de Auditoria Independente registrada na CVM há 49 anos.

Artigo desenvolvido por:

Jacqueline Rodrigues, sócia Diretora de Desenvolvimento e Novos Mercados da PGBR

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *