O que é auditoria interna? Por que realizar? Descubra aqui!

By in ,
410
O que é auditoria interna? Por que realizar? Descubra aqui!

Depois de grandes escândalos envolvendo empresas brasileiras nos últimos anos, muitas organizações passaram a ter uma necessidade de implementar uma modelagem ética e de boas práticas. Nesse cenário, saber o que é auditoria interna cai como uma luva, uma vez que ela fornece aos tomadores de decisão um guia prático para alcançar mais transparência.

Além disso, essa tática é fundamental para melhorar os processos, reduzir os custos e ampliar o faturamento. Quer saber mais? Então veja neste post como a auditoria interna contribui para lapidar o desempenho do negócio!

O que é auditoria interna?

A auditoria interna é uma checagem completa em uma empresa. Assim, é feito um balanço para que ela consiga reconhecer seus erros e comece a adotar atitudes mais positivas e eficientes. Desse modo, por meio de um mapeamento, a companhia obtém mais controle sobre as atividades do ambiente doméstico corporativo.

Em outras palavras: toda atividade comercial acontece por meio de operações. Assim, existem a produção, as vendas, a cobrança, os recursos humanos, o transporte etc. No entanto, quando esses setores atuam sem um monitoramento em tempo real, surgem muitos riscos.

Dessa maneira, é comum que a falta de organização e de uma averiguação das ações gerem equívocos, desperdícios e insatisfação do cliente lá na ponta. Por esse motivo, a auditoria interna vem sendo adotada.

Além disso, nessa modalidade de exame, o auditor responde diretamente à cúpula da empresa. Nesse sentido, ele pode ser contratado ou terceirizado. Independentemente do formato do vínculo, os profissionais que fazem a auditoria interna seguem o planejamento da alta administração. Ou seja, eles vão levantar os dados que interessam para os gestores.

Em termos legais, a auditoria interna é regulamentada pela Norma NBC TI 01 (Norma Brasileira de Contabilidade Técnica 01). Esse conjunto de determinações traz as formas de se executar corretamente esse tipo de análise, bem como os padrões que os relatórios devem obedecer.

Qual a importância de realizar?

Esse procedimento possibilita um amplo conhecimento da situação corporativa. Desse modo, ele permite aos diretores tenham acesso a um domínio maior e mais completo de tudo que acontece, de ponta a ponta. Assim é possível aproveitar melhor os recursos que estão à disposição.

Em vista disso, é bom realizar esse procedimento para alcançar mais eficiência: fazer melhor, com menos esforço e com menos custos. Dessa forma, a auditoria interna emprega técnicas e métodos para corrigir os processos.

Nesse contexto, ela acaba servindo como um mapa para que a organização consiga recolher, armazenar, interpretar e proteger os dados do negócio. Um ponto importante para entender por que implementá-la: mais do que mostrar como as operações andam, esses relatórios exibem a qualidade das tarefas. Depois disso, os pontos de melhorias são apontados e, para resolver cada um deles, são oferecidas sugestões.

Quando se deve fazer uma auditoria interna?

Não existe uma resposta única para essa pergunta. Primeiramente, é preciso entender que somente os bancos e as estatais são obrigados a providenciar a auditoria interna pela legislação. Para as demais empresas, o procedimento é opcional.

No entanto, como a técnica é muito útil para atingir níveis de excelência, cada vez mais organizações aderem à metodologia. Nesse contexto, é possível contratar auditoria interna quando a empresa tem problemas, quando ela quer expandir suas atividades ou simplesmente para ajustar as atividades da rotina. Por tudo isso, a auditoria interna pode ser útil para empresas nas mais diferentes situações.

Muitas companhias listadas na Bolsa de Valores — que são obrigadas a fazer a auditoria externa — acabam trabalhando também com a auditoria interna. Tal decisão geralmente acontece para ampliar o controle sobre os próprios dados e, assim, melhorar a performance. Mais um motivo é conquistar a confiança do mercado, já que assim fica mais fácil dar credibilidade para possíveis novos investidores.

Quais as vantagens da auditoria interna?

Quando a empresa alcança níveis de excelência, além de resolver seus problemas operacionais, ela consegue gerar valor para o negócio. Daí a importância de assimilar o conceito sobre o que é auditoria interna. Nesse contexto, são inúmeras as recompensas das averiguações internas. Confira algumas:

  • Eficiência dos controles internos: os processos passam por amplo diagnóstico, e os riscos são encontrados;
  • Informações precisas e em tempo real: a diretoria descobre fraudes e equívocos e ainda recebe propostas para mitigá-los e corrigi-los;
  •  Progresso: a auditoria interna disponibiliza sugestões de aperfeiçoamento e suporte para pôr em prática as ações necessárias. Por exemplo: mudanças de sistemas, aquisição de ferramentas, treinamento de pessoal etc.;
  • Tempo de reação: como as operações são testadas corriqueiramente, os riscos são percebidos com antecipação. Com isso, os gestores têm mais tempo para adotar as ações corretivas;
  • Precisão nos registros contábeis: a auditoria interna levanta possíveis erros nos registros contábeis, que podem culminar em multas e demais punições. Além disso, evita-se pagar indevidamente, o que ajuda a proteger os ativos e a gestão financeira.

Portanto, quando falamos sobre o que é auditoria interna, estamos falando também de melhorias para toda a gestão. Desse modo, é viável alcançar a capacidade máxima sem percalços e com muita transparência. Que tal saber mais um pouco sobre o tema? Então leia também nosso artigo que explica a definição de 6 tipos de auditoria!

54321
(0 votes. Average 0 of 5)
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *