LGPD na prática: 4 motivos para investir na consultoria para LGPD

By in
506
LGPD na prática: 4 motivos para investir na consultoria para LGPD

Criada em 2018, a Lei Geral de Proteção de Dados passou a valer em 18 de setembro deste ano. Porém, muitos gestores ainda sentem necessidade de saber como colocar a LGPD na prática.

Além disso, havia uma expectativa de que o início da vigência seria prorrogado para o final de 2020. No entanto, isso não aconteceu.

Por esse motivo, os empresários precisam se adaptar. Nesse contexto, uma consultoria para LGPD pode fazer a diferença.

Ficou com curiosidade? Então descubra 4 motivos para contar com consultores ao pôr a LGPD na prática. Acompanhe!

O que é a LGPD na prática?

A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (Lei 13.709/2018) traz regras para o uso dessas informações por parte das empresas e órgãos públicos. Além disso, ela vale tanto para os registros online como para os físicos.

Mais um ponto importante é o objetivo da norma. Na verdade, a LGPD na prática serve para proteger a privacidade dos cidadãos brasileiros.

Por que investir em uma consultoria para LGPD?

A LGPD exige que as empresas tomem várias medidas em relação ao tratamento de dados. Diante disso, existe uma complexidade para a adaptação, que oscila conforme o segmento e o porte da companhia.

Periodicamente, as organizações que utilizam dados serão cobradas para que comprovem a regularização. Ou seja, a importância da consultoria pode ser decisiva para que tudo dê certo.

Por essa razão, separamos a seguir 4 motivos para escolher esse serviço como apoio à gestão. Confira!

1. Profissionais especialistas em LGPD

Ao contratar uma consultoria para a LGPD na prática, a empresa tem acesso a profissionais experts no assunto. Desse modo, eles vão ajudar a fazer um diagnóstico interno da corporação nesse quesito.

Assim, a empresa descobrirá qual é o seu grau de maturidade no tratamento de dados. Além disso, esses peritos conduzirão os trabalhos para criar um programa de compliance de LGPD.

Esse código de condutas será elaborado em total respeito à escala de informações pessoais que a contratante capta e armazena.

Isso inclui formas de guardar, coletar e descartar as informações dos clientes sem colocá-los em risco.

Também podemos destacar o papel desses profissionais no treinamento dos colaboradores. Ou seja, a consultoria vai preparar a organização em tudo que se refere a LGPD, inclusive eventual necessidade de gestão de crise.

2. Menor risco de multas milionárias

A LGPD na prática foi elaborada em conformidade com o Código de Defesa do Consumidor. Assim, eventuais lesões aos clientes podem se transformar em indenizações e multas.

Por isso, pensar na LGPD é também cuidar da gestão financeira. Afinal, as penalidades para o descumprimento são bastante salgadas. Dessa maneira, as empresas infratoras correm o risco de taxas punitivas que variam de 2% sobre o faturamento até 50 milhões de reais.

3. Maior agilidade na adaptação

Os especialistas em LGPD têm concordado que a convergência não será fácil. Afinal de contas, esse ajuste impõe mudanças em processos, em recursos humanos e em sistemas de tecnologia.

Isso sem mencionar as questões jurídicas e contratuais. Além disso, as punições passam a valer em agosto do ano que vem.

Em outras palavras, a consultoria pode acelerar esse amoldamento com menos erros e em maior velocidade.

4. Orientação para proteção de dados

Com uma consultoria para LGPD na prática, a empresa recebe suporte para a proteção de dados, outra imposição da lei. Nesse sentido, a contratante recebe auxílios diversos como:

  • Análise de risco de exposição e perda de dados;
  • Apontamento de providências para mitigar esses riscos;
  • Apoio para escolher as soluções tecnológicas adequadas;
  • Diretrizes para contratar seguros envolvendo ameaças cibernéticas;
  • Treinamento de colaboradores.

Por que escolher a PGBR para fazer a LGPD na prática?

Com mais de 60 anos e 6 mil projetos, a PGBR é referência em consultorias. Nesse contexto, lançamos um serviço especializado na nova Lei de Proteção de Dados. Assim, unimos nosso know how em consultorias com profissionais gabaritados no assunto.

Dessa forma, estamos preparados para conduzir sua empresa para uma plena e tranquila aderência à LGPD.

Portanto, a LGPD na prática já está em vigor. Diante disso, os esforços para se ajustar às regras devem começar imediatamente.

Com tecnologia e especialistas jurídicos, sua empresa vai tirar de letra mais um desafio. Quer saber mais? Então entre em contato com a PGBR!

 

54321
(0 votes. Average 0 of 5)
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *