5 dicas para receber auditores externos: veja aqui!

By in
213
5 dicas para receber auditores externos: veja aqui!

Os auditores externos, também denominados de auditores independentes, são os especialistas que conduzem a auditora externa, um procedimento para analisar a contabilidade e as condições financeiras da contratante. Geralmente, sem um trabalho de engajamento da equipe interna, esse profissional provoca medo nos funcionários. Afinal, muitos o encaram como uma verdadeira ameaça. No entanto, para que o levantamento realmente tenha frutos, é fundamental uma colaboração entre as partes.

Por isso, antes de auditar sua empresa, explique para o seu time como e por que isso será feito. Também esclareça as vantagens, como melhorar os processos dos setores envolvidos e ter um planejamento mais calcado na realidade e nos fatos. Quer saber como abrir caminho para uma boa relação dos auditores externos com suas equipes? Então leia este post e confira nossas dicas!

Quem são os auditores externos?

Os auditores externos são especialistas em contabilidade e finanças que vão apurar as condições econômicas de um negócio. Assim, eles passam pentes finos em demonstrativos e balancetes. Além disso, os profissionais analisam as movimentações financeiras, cruzando e interpretando dados. Nunca é demais lembrar que a palavra “externos” não é à toa nesse caso. Ou seja, esses consultores não mantêm ligação direta com a empresa auditada.

Por que esse trabalho é importante?

Justamente por não terem uma conexão permanente com a organização, os auditores externos trazem muita credibilidade para os dados do negócio. Assim, os relatórios que eles emitem funcionam como um selo ou comprovante. Diante disso, os partners acabam confiando mais nessas informações. Contudo, existem outras inúmeras razões para auditar sua empresa no modelo independente. Veja só algumas delas:

  • Melhora a imagem corporativa junto aos influenciadores externos;
  • Ajuda a estimular os princípios de governança corporativa;
  • Comprova a veracidade de números e demonstrativos.

O que é preciso para um bom relacionamento com os auditores externos?

É muito importante que a empresa que vai contratar os auditores externos possa preparar os trabalhadores internamente. Isso é decisivo para minimizar resistências, fofocas, boatos e desentendimentos. Dessa forma, antes de auditar, tome algumas providências para que haja cordialidade e colaboração entre o time e os profissionais de auditoria. Veja nossas 5 dicas a seguir!

1. Informar a todos com antecedência

É preciso deixar a empresa preparada para a auditoria antes que ela comece. Dessa forma, anuncie a todos assim que a decisão estiver tomada. Quando apenas a cúpula sabe com antecedência, demais líderes e colaboradores sentem-se inseguros. Isso pode gerar um sentimento de temor e resistência à auditoria. Por outro lado, a comunicação clara apaga o fogo das “fake News”, muito comuns no ambiente corporativo, infelizmente.

2. Criar reuniões de integração entre auditores externos e os principais líderes

Assim que as áreas a serem auditadas estiverem definidas, agende uma reunião entre os chefes desses departamentos e os auditores. Uma dica é promover algo mais descontraído, como uma roda de conversa seguida de um brunch ou almoço. Assim, inicia-se uma aproximação mais cortês e colaborativa. É importante que o auditor seja visto como parceiro, e não como carrasco.

3. Estabelecer regras para o envio de documentos e dados

Trabalhe com normas padronizadas em relação ao fornecimento de documentos e dados. Assim, por exemplo, cada gestor pode responder à auditoria em no máximo 3 dias. Isso vai acelerar a auditoria independente e evitar que rixas e má vontade atrapalhem o processo.

4. Incentivar a equipe a participar

Tanto na auditoria como na rotina, a participação e o engajamento do time são essenciais. Por isso, além de comunicar que a análise vai acontecer, detalhe suas vantagens. O ideal seria uma intervenção de endomarketing para realmente conquistar o apoio dos funcionários. Por exemplo: as correções que serão apontadas vão ajudar o negócio a melhorar a gestão do controle financeiro. Assim, a empresa estará mais próxima do crescimento, algo que abre novas perspectivas para todos.

5. Investir em tecnologia

Com programas de informática focados em contabilidade e finanças, conquista-se mais segurança da informação, já que fraudes e desvios ficam mais visíveis e passíveis de serem rastreados. Além disso, a comunicação com os auditores externos é facilitada, assim como entre os setores internos da organização.

Portanto, não tem como fazer uma auditoria de qualidade sem um bom relacionamento do time interno com os auditores externos. Por essa razão, a empresa precisa estimular que haja um sentimento de empatia e respeito entre as partes. Assim, os trabalhos terão mais resultados e menos barreiras.

Quer saber mais sobre a auditoria externa? Então leia agora mesmo nosso post: Auditoria externa é obrigatória? Descubra agora!


54321
(0 votes. Average 0 of 5)
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *