5 dicas para ajudar a reduzir cargas tributárias da sua empresa

By in ,
1406
5 dicas para ajudar a reduzir cargas tributárias da sua empresa

Muito se fala sobre as cargas tributárias brasileiras, as mais altas do mundo. Por causa delas, o Brasil está em 14º lugar no ranking de impostos mais pesados do planeta. Assim, os empresários e colaboradores sentem no bolso e na produtividade.

Especula-se sobre a reforma tributária. No entanto, mudanças desse tipo em tempos de recessão podem gerar falta ainda maior de confiança no país. Afinal de contas, qual investidor se sentirá seguro em aplicar seu dinheiro em um cenário tão instável?

Enfim, não dá para esperar as decisões governamentais, não é mesmo? Para que a gestão tributária se torne mais leve no dia a dia da sua empresa, preparamos algumas orientações especiais. Dessa forma, o empresário conseguirá ter ao menos 5 ideias para reduzir as cargas tributárias. Quer saber como não ter dor de cabeça com imposto? Então confira este post agora mesmo!

Confira 5 dicas para redução de cargas tributárias

1. Fale com um especialista

A grande maioria dos empresários é expert no ramo de seu negócio, mas entende pouco do impacto tributário. Isso acontece por vários motivos. Primeiramente, as leis são revistas o tempo todo. Além disso, nem sempre a população é informada de forma clara. Mas também influencia o fato de haver regras diferentes em cada estado e município. Por essas razões, consultar um especialista no tema é a melhor saída. Assim, será possível instituir uma gestão tributária estratégica, com mais inteligência e menos improviso.

2. Desenhe um planejamento para as cargas tributárias

Faça um planejamento tributário, identificando a estrutura empresarial de tributação mais adequada para sua organização. Assim, será viável ter metas de curto, médio e longo prazos. Além disso, o Brasil possui incentivos fiscais para alguns produtos, insumos ou até mesmo para empresas estabelecidas em determinadas regiões.

Com uma consultoria com especialistas em tributos, sua empresa obtém uma análise completa de todas as especificidades das cargas tributárias do seu negócio. Esse estudo também identifica as oportunidades para reduzir o gasto com impostos dentro da lei. Para tanto, são observados as isenções e os benefícios fiscais que possam ter aderência à realidade de cada companhia. Assim como a empresa faz a gestão de indicadores, planeja seus custos e estuda seu mercado de atuação, ela também precisa fazer a lição de casa em termos de tributos.

3. Providencie uma revisão dos últimos 5 anos

É muito importante fazer uma revisão das cargas tributárias que foram pagas nos últimos 5 anos. Isso é importante porque qualquer erro em termos de aplicação de alíquotas e cálculo pode refletir em pagamentos indevidos ao poder público. No entanto, com a revisão periódica, há tempo o bastante para recuperar valores pagos a mais para o governo. Esse pagar a mais é bastante comum, ao contrário do que muitos gestores pensam.

Por outro lado, tal procedimento também ajuda se você está pagando menos do que deveria. Afinal, em algum momento esse descompasso será percebido pelos órgãos fiscalizadores. Dessa forma,  pagamento abaixo do devido irá acarretar multas e juros. Todavia, a organização que gasta mais do que precisa com impostos onera o fluxo de caixa, prejudicando o controle financeiro. Dependendo do caso, essa despesa desnecessária pode frear investimentos e comprometer os lucros.

Por lei, se são identificados créditos em seus pagamentos de impostos, os últimos 5 anos podem ser ressarcidos. O período anterior é prescrito. Ou seja, realizar essa verdadeira auditoria tributária nesse intervalo garante que a empresa seja recompensada quando eventualmente tiver recolhido a maior.

Veja um resumo de benefícios da revisão tributária:

  • Reembolso de dinheiro: a companhia consegue receber de volta os créditos pagos a mais ao Fisco;
  • Redução de multas e autuações: a revisão ajuda a perceber erros e fraudes mais cedo, permitindo a regularização antes de a corporação ser punida ou pagar juros e multas;
  • Diminuição dos gastos com impostos: a organização que realiza a devida revisão tributária pode planejar melhor sua gestão fiscal, aproveitando incentivos e isenções;
  • Aumento da capacidade competitiva: com mais dinheiro em caixa, é possível fazer novos investimentos e focar na ampliação dos resultados. Isso sem falar que uma noção mais precisa do gasto com impostos vai permitir uma precificação mais inteligente.

4. Identifique inconsistências e reduza as cargas tributárias

Identifique qualquer inconsistência no tempo certo e altere os parâmetros das bases de contabilização sempre que for preciso. Em outras palavras, é muito importante que as informações que fundamentarão os cálculos de impostos estejam inseridas em um sistema informatizado. Além disso, o programa de tecnologia utilizado deve trabalhar de forma parametrizada com a legislação. Isso é fundamental para a contagem automática exata e correta. Revisite periodicamente tais parâmetros. Afinal, a atualização constante é uma maneira muito eficaz de encontrar e prevenir os erros.

5. Treine as pessoas e forme um time fiscal

Treine as pessoas que são responsáveis pelo departamento fiscal. Ainda que sua empresa tenha contratado especialistas para executar esse trabalho, é importante fornecer qualificações permanentes. Afinal, como já dissemos, a legislação de impostos é muito volúvel. Portanto, separe recursos no orçamento anual para cursos, palestras e especializações para a equipe.

Não sinta que o investimento nas pessoas é um custo desnecessário! Pelo contrário! Esse tipo de atitude motiva os funcionários e os deixa mais preparados para lidar com suas responsabilidades no cotidiano fiscal, que é bastante complexo. Como resultado, a tendência é uma menor incidência de erros.

Conheça os serviços de Gestão Tributária

A PGBR está há mais de 60 anos no mercado de Consultoria e Soluções em Impostos! Portanto, temos equipes especializadas para auxiliar em todas as dicas descritas acima.  Além de um time para lá de experiente, a nossa tecnologia é de ponta e proporciona total aderência às leis e às suas frequentes oscilações.

Durante todas essas décadas, realizamos mais de 6 mil atendimentos, o que com muito orgulho contribuiu para que a PGBR se transformasse em uma referência em auditorias e impostos do país. Vale lembrar que, além da questão financeira, a administração fiscal é burocrática e complexa. Por isso, muitos gestores têm preferido contar com o apoio de experts no assunto.

Aqui na PGBR, potencializamos os efeitos dos benefícios e incentivos fiscais. Da mesma forma, trabalhamos para reaver todo o dinheiro a mais que foi pago aos governos. Tudo de forma rápida, confiável e no âmbito administrativo: sem processos judiciais!

Agora, que tal descobrir mais um pouquinho sobre como encolher as cargas tributárias aqui no Brasil? Não seria bom descobrir mais detalhes sobre a possibilidade de reaver recolhimentos realizados indevidamente? Pois é muito fácil! Basta ler também nosso post “Revisão Tributária: o que é e os benefícios de fazer!”

 

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *