Demonstrações financeiras: 6 dicas para evitar fraudes

By in
1254
Demonstrações financeiras: 6 dicas para evitar fraudes

Você considera sua empresa segura? Infelizmente, não faltam maneiras de uma organização perder dinheiro sem que os gestores percebam. Afinal, pode haver fraudes em grandes montantes financeiros, mas também em gastos irrisórios do dia a dia, como algumas simples despesas com transporte. Diante dessa realidade, é preciso fazer um uso mais estratégico das demonstrações financeiras.

Nesse contexto, as companhias auditadas diminuem a incidência de fraudes em seus negócios significativamente. Seja por obrigatoriedade regulatória, seja por decisão administrativa, essa decisão aumenta os controles internos. Como resultado, fica mais difícil qualquer tipo de desvio ou golpe passar despercebido. Quer saber como deixar seu negócio protegido? Então veja neste post 6 dicas para evitar fraudes usando as demonstrações financeiras!

1. Contrate um auditor

Primeiramente, contrate um auditor que possua o CNAI (Cadastro Nacional do Auditor Independente). Além disso, procure por profissionais experientes e reconhecidos no mercado. Assim, você garante que o consultor de fato seja alguém preparado. Além de identificar possíveis desvios, esse especialista domina os meandros das normas contábeis e dos órgãos reguladores.

Mais uma vantagem é que uma auditoria independente dá uma visão inédita dos fatos e números. Ou seja, muitas vezes, o profissional que está de fora enxerga os fenômenos com mais desenvoltura.

2. Treine e selecione muito bem seu time

Contudo, não se esqueça de aproximar as equipes internas dos consultores. Afinal, elas devem ser preparadas para receber os auditores externos  sem melindres nem questões pessoais. Os procedimentos e tarefas que resultam em números de Demonstrações Financeiras são delicados. Por essa razão, esses serviços devem ser executados por profissionais qualificados e honestos.

Dessa forma, prefira compor seu time de Contabilidade e Finanças com administradores e contadores. Além disso, verifique as referências dos candidatos em seus processos seletivos. Também é crucial promover a atualização constante, principalmente na parte legal e tecnológica.

3. Crie um comitê de auditoria das Demonstrações Financeiras

Mais um passo importante para colocar as demonstrações financeiras a favor do combate às fraudes é envolver a diretoria. Para isso ficar mais concreto, monte um Comitê de Auditoria. Assim, essa equipe poderá acompanhar de perto o trabalho do auditor.

4. Aposte na tecnologia

As demonstrações financeiras estão diretamente ligadas à coleta de dados eficiente. Assim, quanto mais o negócio cresce, mais eficiente deve ser o controle das operações.

Hoje em dia, softwares especializados se articulam com sistemas dos órgãos arrecadadores, facilitando o dia a dia da gestão contábil e fiscal. Com esse cuidado, a base de dados não vai causar distorções nas análises econômicas.

Além disso, essas soluções reúnem em único ambiente as atividades de vários setores. Por essa razão, os gestores conseguem supervisionar estoque, contabilidade, vendas e o que mais for necessário muito facilmente. Esse olhar mais amplo das rotinas é um ótimo método para coibir as fraudes corporativas.

5. Estabeleça um programa de prevenção a fraudes

É comum as organizações investirem tempo e dinheiro para achar ou perceber onde estão os colaboradores com más intenções. Embora esse seja um passo importante, ele não ataca o problema pela raiz.

Na realidade, a empresa deve estimular o clima das boas práticas, a valorização da virtude e o trabalho com ética. Para montar um programa desse tipo, vale criar cursos, palestras, rodas de conversa e produzir materiais de comunicação modernos e interessantes. Quando a maior parte das equipes é honesta e atua com transparência, os líderes ganham olhos em todos os lugares.

6. Intensifique os controles internos

Como já dissemos, as demonstrações financeiras dependem de dados. Nesse contexto, é bom lembrar que praticamente qualquer atividade em um negócio envolverá dinheiro, seja entrando, seja saindo.

Diante dessa realidade, questões como receitas, vendas, quantidade de pedidos, gestão de fornecedores, entre tantas outras, devem ser executadas e monitoradas com profissionalismo.

Mas o que devemos fazer na prática para ter demonstrações financeiras transparentes e protegidas? Uma boa saída é contar com o suporte de especialistas em Contabilidade e Finanças. Isso mesmo! Eles podem ajudar sua empresa a evitar fraudes por meio de uma auditoria interna ou externa, ou até mesmo ambas. Com esse trabalho, é feita uma varredura para identificar falhas nos processos de controle. Mais do que isso: os especialistas apontam soluções para esses equívocos.

Portanto, quando são auditadas, as demonstrações financeiras ganham maior credibilidade no mercado. Além disso, elas trazem maior transparência e nitidez para os números. Ou seja, tais análises contribuem para a tomada de decisão do gestor.

É certo que a Auditoria não pode garantir a não ocorrência de erros e fraudes nas Demonstrações Financeiras. Mas, com ela, os riscos de diminuem sensivelmente. Bom, por falar em assuntos econômicos, que tal saber mais um pouquinho sobre a boa gestão das contas?

É simples: leia também nosso artigo que apresenta 5 benefícios do planejamento financeiro!

 

Fale conosco, clicando aqui.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *